terça-feira, 15 de junho de 2010

Des-cor-ar


derreteram-se
todas as cores
e o mundo ficou,
branco
assim
sequinho
até as pontas dos dedos

Um comentário:

Simone Couto Kaplan disse...

porque não "sequim"???


ótimo poema.