sábado, 12 de junho de 2010

Cidades de onde


Já Manaus tem uma cor esverdeada, com manchas azuis e brancas espalhadas para além de suas águas marrons. Tem cheiro de suor, barulho de rio, gosto de barro com peixe. Sua pele é grossa, oleosa, barulhenta, quase vermelha.

São Paulo, por sua vez, não tem cor. É cinza, da cabeça aos pés. Cor, somente no céu que paira e no sol, que queima: pedras-artérias. Há vida-luz nos grafites nela tatuados. Tem cheiro de fumaça durante o dia, até que as damas-da-noite estalem: e caminham, emitindo ares, revestindo olhares. Tem gosto de pó, e grita de dentro de sua caverna. Sua pele é dura e seca como jacarés. tudo entulhado por dentro - até que daqui eu (nunca) saia.


Um comentário:

Simone Couto Kaplan disse...

vc deveria experimentar a pintura