terça-feira, 2 de dezembro de 2008

Locus poeticus


há poesia no vazio
na respiração
no silêncio
no não dizer
no espaço depois
no abraço a dois
sem som
sei, sou?
no perder-se de mim
num lugar sem fim
enfim
sós

2 comentários:

Simone K. disse...

a poesia habita nos olhos de quem vê poesia nas coisas-pessoas-lugares.a poesia habita na retina do poeta.

Simone K. disse...

continuo amanda este teu poema.