segunda-feira, 24 de novembro de 2008

Toque de campainha


o amor não está em mim nem em você,
mas no espaço entre

o medo não está no sim nem no não,
mas no espaço

a crise não está no começo nem no fim,
mas entre

o passado não está no antes nem no depois,
espaço

a esperança não está no presente nem no futuro,
entre

sim, entre
sem bater

Um comentário:

Simone K. disse...

niztche dizia que a esperança era a maior praga da humanidade pois segundo ele é a destruidora da verdade. Eu, nestes dias, ando meio descrente, querendo mesmo ver com os próprios olhos o que hea entre o sim e o não e todos os opostos da vida.

Belo poema e perigoso---o que fazer quando se estar preso no meio do mistério da vida, entre o céu e a terra, como dizia Shakeaspeare? O que fazer?